29 de junho de 2022 - 04:23

Agronegócios

15/05/2022 07:53

Abitrigo diz que suspensão de imposto sobre importação é positiva e tem componente político

O presidente-executivo da Abitrigo, Rubens Barbosa, disse à Agência SAFRAS que a redução a zero da tarifa sobre importação de trigo e de farinha de trigo até 31 de dezembro já era esperada

O presidente-executivo da Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo), Rubens Barbosa, disse à Agência SAFRAS que a redução a zero da tarifa sobre importação de trigo e de farinha de trigo até 31 de dezembro já era esperada e é positiva para a indústria. “Fizemos uma solicitação ao ministério duas ou três semanas atrás e foi o que aconteceu”.

Na manhã da última quarta-feira, Barbosa concedeu entrevista exclusiva à Agência SAFRAS, quando disse que faria contato com o ministério para cobrar uma posição. No final da tarde de ontem, em novo contato após a notícia da suspensão do imposto, o dirigente comentou a coincidência e disse que vê “um componente político” na medida. “O presidente [Bolsonaro] está preocupado com a inflação”.

Conforme o presidente-executivo da Abitrigo, agora é “bem-vinda” a preocupação do governo com o aumento de preços dos derivados do trigo, que são importantes produtos de consumo pela população brasileira. “O trigo e o arroz são os mais importantes alimentos na mesa do brasileiro”, salientou.

A medida foi anunciada na tarde da quarta pelo Ministério da Economia. O governo federal, por meio do Comitê-Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Gecex/Camex), priorizou itens que têm maiores impactos sobre a cesta de consumo de camadas mais pobres da população, a fim de ajudar no combate à inflação, considerando mercadorias que integram o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Na entrevista concedida pela manhã, Barbosa lamentou que o governo não tenha levado adiante, em 2019, a Política Nacional do Trigo, apresentada pela Abitrigo ao Ministério da Agricultura. “O setor precisa do apoio do governo para uma série de demandas. Infelizmente, não houve um pensamento estratégico de médio e longo prazo; cuida-se sempre dos problemas imediatos, que aparecem em épocas de crise como a pandemia e a guerra na Ucrânia”.

A redução a zero do imposto alivia em 9% o custo de importação do trigo, mas não elimina a alta do produto. “O Brasil compra muito no exterior e o preço lá fora continua muito alto. O abastecimento não está ameaçado. O problema é o custo. E se a guerra continuar, o custo do trigo vai aumentar”, projetou.

Letec

O trigo, a farinha de trigo, bolachas, biscoitos e outros produtos de padaria, pastelaria e indústria de biscoitos foram incluídos na Lista de Exceções à Tarifa Externa Comum do Mercosul (Letec). A Letec é um instrumento de alteração tarifária previsto no Mercosul, que permite aos países membros do bloco aplicar tarifas de importação diferentes daquelas previstas na Tarifa Externa Comum (TEC). As alterações da Letec são de caráter temporário e excepcional, sempre considerando os fatores conjunturais para sua utilização.

Fonte: Agência SAFRAS


Copyright  - MT HOJE  - Todos os direitos reservados