20 de maio de 2019 - 16:26

Mato Grosso

23/01/2017 08:46

Vítimas de acidente com ministro são veladas no Mato Grosso

Os corpos de Maira Lidiane Panas Helatczuk, de 23 anos, e a mãe dela, Maria Ilda Panas, 55,           estão sendo velados na noite deste domingo (22)  no município de  Juína, a 737 km de Cuiabá. As duas estavam no avião que caiu no mar em Paraty, no Rio de Janeiro, na quinta-feira (19).

 No acidente morreram ainda o ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal, o empresário Carlos Alberto Filgueiras e o piloto da aeronave, Osmar Rodrigues.  

Os corpos de mãe e filha chegaram no aeroporto de Juína por volta das 19h10 e estão sendo velados numa funerária. A previsão é que o enterro dos corpos das duas seja realizado às 7h desta segunda-feira (23), no cemitério municipal.

O Instituto Médico Legal (IML) liberou os corpos de Maira e Maria, e do piloto do avião no fim da noite desse sábado (21).

Teori Zavascki foi enterrado no fim da tarde de sábado no Cemitério Jardim da Paz, em Porto Alegre (RS). O empresário Carlos Alberto Filgueiras, fundador do grupo Emiliano, foi cremado numa cerimônia no cemitério da Vila Alpina, na Zona Leste da capital paulista.

O piloto Osmar Rodrigues foi enterrado em Bentópolis, distrito de Guaraci, no norte do Paraná, na tarde deste domingo.

O acidente

O avião prefixo PR-SOM era um modelo Hawker Beechcraft King Air C90 e pertencia ao grupo Emiliano Empreendimentos.

Segundo a assessoria de comunicação da Infraero, a aeronave decolou às 13h01 do Campo de Marte, em São Paulo (SP), com destino a Paraty, e caiu próximo à Ilha Rasa, a 2 km de distância da cabeceira da pista do aeroporto da cidade do Rio de Janeiro. O avião é de pequeno porte e tem capacidade para oito pessoas.

A Anac informou que a documentação da aeronave estava regular. O certificado era válido até abril de 2022, e inspeção da manutenção (anual) válida até abril de 2017.

A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 1º Distrito Naval, informou que tomou conhecimento da queda de uma aeronave na altura da Ilha Rasa por volta das 13h45 desta quinta-feira.

Imediatamente, a Agência da Capitania dos Portos em Paraty (AgParaty) enviou ao local do acidente uma equipe, a fim de prestar apoio na busca aos tripulantes da aeronave.

Testemunhas da queda disseram que não houve explosão. Uma delas afirmou ter visto o avião voando baixo ao fazer uma curva e batendo uma das asas no mar.

Da redação


Copyright  - MT HOJE  - Todos os direitos reservados