19 de junho de 2024 - 01:02

Policia

11/06/2024 11:23 G1

Criminoso 'se disfarça' de mototaxi e mata jovem a tiros em Teófilo Otoni

Ramon Alves Reis, de 20 anos, foi perseguido e morto a tiros dentro da cozinha de um estabelecimento comercial do bairro Joaquim Pedrosa. Nenhum suspeito foi localizado.

Um jovem foi perseguido e morto a tiros, na noite dessa segunda-feira (10), em Teófilo Otoni. O criminoso que atirou contra Ramon Alves Reis, de 20 anos, usava roupas semelhantes a de um mototaxista.

Segundo a Polícia Militar, o jovem estava em uma rua do bairro Joaquim Pedrosa quando foi surpreendido pelo criminoso, vestido como mototaxista, que desceu da garupa de um moto e atirou várias vezes.

Para tentar fugir dos disparos, Ramon saiu correndo, aparentemente ferido na barriga, até encontrar abrigo dentro da cozinha de uma pizzaria.

O atirador parou a moto em frente ao estabelecimento comercial e invadiu o local. Uma funcionária tentou barrar a entrada do criminoso, mas ele apontou arma para o rosto dela, mandando ela sair da frente.

 
Assassinato foi dentro de cozinha de um estabelecimento comercial, no bairro Joaquim Pedrosa — Foto: Repodução/Redes Sociais

Assassinato foi dentro de cozinha de um estabelecimento comercial, no bairro Joaquim Pedrosa — Foto: Repodução/Redes Sociais

Ele localizou o rapaz dentro da cozinha, atirou cinco vezes e depois fugiu usando a mesma moto em direção à BR-116.

A perícia foi acionada e foram constatadas várias perfurações no corpo da vítima na área da cabeça, costas, braço e mão direita.

Durante o atendimento da ocorrência, os militares receberam a informação de que uma mulher, de 42 anos, foi atingida por um disparo de arma de fogo na nádega esquerda, no mesmo bairro onde Ramon foi perseguido. No entanto, segundo o registro policial, não foi confirmado se o tiro tem relação com o caso.

Para a PM, a mulher disse que saiu para comprar um sabonete e ouviu estalos como se fossem bombinhas. Ela sentiu um impacto na lateral do corpo e saiu arrastando a perna de volta para a casa, onde percebeu que havia sido baleada.

 

A polícia segue em busca do autor e da motivação do crime. A suspeita é de que o assassinato possa ter relação com o conflito entre facções criminosas que atuam na cidade.

 

"A vítima tem algumas passagens pela polícia e alguns registros relacionados ao tráfico de drogas. Vamos prosseguir no levantamento das informações e na tentativa de localizar e prender os autores" disse o tenente Pedro, da Policia Militar.

O corpo do jovem foi liberado pela perícia e encaminhado para Instituto Médico Legal (IML) de Teófilo Otoni.


Plantão

(65) 99288-0115