Política

28/04/2021 17:29

Governador: regras claras, menos burocracia e incentivos fiscais justos tem atraído empresas para MT

Em live com o Valor Econômico, Mauro Mendes destacou a importância do equilíbrio fiscal e da redução da burocracia para atrair investimentos

Lucas Rodrigues

O governador Mauro Mendes afirmou que as ações promovidas pela atual gestão – como a reinstituição e isonomia nos incentivos fiscais e redução da burocracia - têm atraído empresas para investir em Mato Grosso em todos os segmentos, gerando emprego, renda e desenvolvimento econômico em prol da população.

Mauro Mendes participou de live realizada em parceria com o  Valor Econômico na tarde desta quarta-feira (28.04), junto com o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, César Miranda, e com o presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), Gustavo de Oliveira.

“Já no início da gestão, com o apoio da Assembleia, conseguimos tomar medidas necessárias para colocar o Governo de Mato Grosso no rumo. Pegamos um estado quebrado, devendo todo mundo, e em menos de um ano passamos a pagar servidores e fornecedores em dia. Retomamos a fama de bom pagador e criamos um ambiente favorável para a atração de investimentos”, pontuou.

Conforme o Ministério da Economia, mesmo em meio a uma pandemia, Mato Grosso foi o estado com o maior crescimento na abertura de empresas no primeiro quadrimestre de 2020 e também o que mais gerou empregos no primeiro semestre do ano passado.

Para o governador, esses resultados são fruto não só da pujança da economia e do agronegócio, mas principalmente das políticas públicas de desenvolvimento econômico promovidas pelo estado.

“Com a reinstituição dos incentivos fiscais, o empresário hoje não tem que ficar pedindo bênção do governador para investir aqui. Hoje temos regras claras. Se a empresa integra determinado setor, fará um cadastro simplificado e terá acesso aos incentivos para este setor, iguais a qualquer empresa concorrente. E o Governo fará a devida fiscalização. Antes, esse processo poderia demorar vários meses, e ainda ocorria corrupção”, relatou.

O avanço no incentivo ao empreendedorismo também foi destacado pelo secretário Cesar Miranda. Ele frisou que os investimentos do Governo em todas as áreas, por meio do programa Mais MT, também colaboram para a atração de investimentos.

“Nós não tínhamos um ambiente de negócios. Era uma desorganização total. O governador determinou políticas de Estado para desenvolver a economia. Afinal, qual empresário vai vir a Mato Grosso se não tiver uma boa educação, saúde e segurança? E o governador conseguiu reequilibrar as finanças e lançou o maior programa de investimentos da história do estado, o que melhora o ambiente de negócios como um todo”.

A redução da burocracia e os incentivos fiscais justos, de acordo com o secretário, são fatores determinantes para a classe empresarial estar optando por fazer investimentos em Mato Grosso nos últimos anos.

“A reinstituição de incentivos fiscais foi uma revolução. São incentivos atrativos e os percentuais são definidos por setor econômico, o que traz isonomia. Acabou com a situação de empresas do mesmo setor terem incentivos diferentes. Acabou também a burocracia: o empresário adere ao incentivo de forma transparente e com segurança jurídica, conseguindo planejar seu investimento”, afirmou César Miranda.

Segundo o presidente da Fiemt, estes avanços já são reconhecidos pelo segmento da indústria.

“O histórico do Estado era realmente muito triste, havia escândalos de corrupção, regras obscuras. E já na campanha o governador falava em mudar isso. Hoje o empreendedor tem acesso a um conjunto de regras muito claras, e adere ao incentivo de forma quase automática no site da Sedec. Ele sabe que vai competir de forma igual com a concorrência. Esse incentivo é muito importante. Os empresários falavam mal dos incentivos e isso acabou. Com isso a gente atrai investimento a médio e longo prazo, pois há uma política de Estado de Desenvolvimento Econômico”, ressaltou Gustavo de Oliveira.


Copyright  - MT HOJE  - Todos os direitos reservados